DISTRIBUÍMOS VINHOS, DISTRIBUÍMOS EMOÇÕES

QUINTA DO VALE MEÃO

arrow-icon

VOLTAR A PRODUTORES

Uma das propriedades de D. Antónia Adelaide Ferreira

Em 1877, D. Antónia Adelaide Ferreira, já proprietária do maior património agrícola do Douro, comprou em hasta pública 300 hectares de terra virgem à câmara de Vila Nova de Foz Côa. O seu sonho era de construir, a partir do nada, uma exploração-modelo, concretizando nela toda a vasta experiência acumulada ao longo da sua vida de empresária duriense.

Este projecto ambicioso foi totalmente levado a cabo entre 1887 e 1895. Foi a última e mais significativa realização da “Ferreirinha”, que no entanto pouco dela gozou, pois morreu em 1896.

Desde então, a Quinta do Vale Meão manteve-se sempre na posse dos seus descendentes. A partir dos anos 70, o seu trineto Francisco Javier de Olazabal assumiu a sua gestão e iniciou um longo processo de aquisição de partes indivisas dos seus familiares e comproprietários e, em 1994, tornou-se juntamente com seus filhos único proprietário da Quinta.

“Foi em 1877 que a “Ferreirinha”, já proprietária do maior património agrícola do Douro, comprou em hasta pública 300 hectares de terra virgem à Câmara de VN de Foz Côa.”